Mundialito de Fast Triathlon Feminino

Neste domingo, 28 de Fevereiro, foi realizada na cidade de Niterói a 10ª edição do Mundialito de Fast Triathlon Feminino.

Os países que participaram da competição foram Canadá, Espanha, Argentina, Rússia, Brasil e Itália, equipes compostas por três atletas com destaque para a Itália e Rússia, que tinham atletas olímpicas (Beijing 2008) entre seus integrantes.

A competição, que consistiu em três baterias de 250m de natação (1 volta), 3,6 km de ciclismo (6 voltas) e 1200m de corrida (2 voltas), transcorreu com normalidade sob um clima amenizado há dias pela chuva. A primeira bateria foi ganha por Pamela de Oliveira, do Brasil, trazendo a equipe russa com muito potencial chegando na 2ª, 3ª e 4ª colocações.

Na segunda bateria a experiência da atleta italiana participante em Beijing, Daniela Chemet, criou expectativas sobre o público ganhando da Pamela de Oliveira e surpreendendo a equipe russa, que em princípio parecia ser a mais forte.

Já na terceira e última bateria, Pamela voltou a demonstrar que está em muito boa forma ao confrontar um grupo de seis atletas juntas e tomando a iniciativa desde o começo da corrida. Com este triunfo o Brasil deixou clara a sua superioridade em busca do título, a Itália manteve um nível parecido nas três baterias, enquanto a Rússia foi ruindo a cada largada.

Pelo lado da equipe argentina, Soledad Omar batalhou nas três baterias, sendo uma das mais ativas no ciclismo buscando alcançar o pelotão de ponta, com uma corrida rápida colocando-se entre as 8 primeiras em cada bateria. Pamela Geijo sentiu o longo trajeto sobre areia solta entre a saída da água e a área de transição, chave para este tipo de competição, e apesar de ter tido uma boa natação, não pôde pedalar no grupo principal. Pelo lado da debutante em Fast Triathlon Romina Biagioli, fez um papel digno considerando toda a ansiedade e expectativa por não conhecer a prova, não conseguindo nadar em seu melhor nível, mas permanecendo na luta e finalizando cada bateria com esforço para somar pontos para o país.

Desta maneira, a Argentina terminou classificada na 5ª colocação por equipes, atrás de Brasil, Itália, Rússia e Canadá, com a Espanha por último.

Deixe um comentário