NOSSA MISSÃO NA TERRA

Quando conhecí o Ezequiel, no ano 1992 na cidade de la Plata; estávamos fazendo o curso de Introdução da carreira de Prof. em Educação Física. Nos cruzamos olhares de longe, mesmo cursando na mesma aula. Cada um com seu grupo e pessoas da mesma afinidade nada tinhamos a ver….

As voltas da vida nos fez encontrar por causa do tecnico de Triatlo que tive na cidade de La Plata (Rubén Ayala), os dois treinávamos com ele, eu no triatlo e Ezek no atletismo.
No día 24 de abril de 1994 na cidade de Lobos (cidade natal do Ezequiel) iria acontecer o primer Triatlo e aí fomos, Ezequiel como estriante numa prova dessas caraterística, e para mim uma data mais do circuito bonaerese. Sem ser planejado algo ja, estáva-nos unindo……
Umas semanas depois da prova em Lobos, na Univ. Nacional de La Plata, principalmente na Faculdade de Humanidades; iria acontecer uma caminhada ao Congreso de Bs. AS. em protesto pelo cobro de diferentes certidão e demais pedidos no Departamento de Alunos. Aí fomos os alunos do PUEF… pegamos um trem e entre os estudantes estávamos Ezequiel e eu, o protesto não foi o principal, íamos no grupo sem saber na verdade, bem, qual era o pedido e reclamo.
Foi ali, no retorno de bs. as. que alguma coisa conectó- nos….. nesses meses foi o começo de nosso namoro.

Aconteceram provas do circuito entrerriano (estaduais), estudos para poder nos formar, trabalho depois de formados, convivio e experincias de vida juntos…. Alegrías, brigas, encontros, desencontros….. além de tudo, o esporte a paixão de viver, de descobrir novos horizontes nos manteve juntos.

Chegou o ano 2000; os dois seguíamos treinando, trabalhando e fazendo cursos para continuar atualizándo-nos e junto com isso a crisis do país……. o Corralito, “nos pegó o maldito e abençoado Corralito”(nosso dinhero ficou preso no banco)……. A ilussão de viajar, competir e provar sorte em outros países se foi, pela devaluação da moeda.
Isso não nos desanimó, por isso um ano e meio depois, com o exemplo do Oscar (Galindez) decidimos ver qué podería acontecer no Brasil, nesse país enorme com o idioma diferente, misterioso mais tambem desafiante…

Ezequiel e eu clasificamos para os Jogos Odesur no Rio de Janeiro 2002, seríam os Jogos Sul-Americanos, evento que está incluido no ciclo Olímpico de Sul América.
Alí nos embarcamos e como 20 días depois dos Jogos ía acontecer o Campeonato Panamericano de Triatlo, em Copacabana, aproveitamos a mesma passagem. Então ficamos um pouco mais de vinte días treinando em Niteroi.
No seguinte ano fomos convidados para voltar na mesma cidade e começar fazer algum circuito brasileiro para ficar mais conhecidos no país.
Assim foi; entre ida e voltas, Brasil-Argentina, Argentina-Brasil no ano 2004 radicámo-nos, surgiram Patrocinios que alentaram-nos a ficar e ficar e com isso a melhora de nosso rendimento e qualidade como atletas….

As vezes tínhamos muita saudades… e perguntávamos se tinha motivos continuar neste país com diferente idioa e cultura.
Outras vezes juntávamos moedas para chegar ao final de mes; e nessas horas voltávamos a nos perguntar até que ponto sería necessario aguentar os momentos assim de difícies…. Além disso mordíamos a nossa lingua e apertávamos os dentes e continuavamos continuavamos….. sem saber que viría na frente de nosso caminho…….

No 2006, Ezequiel decide fazer seu primer Ironman, uhhhhhhhhhhhhhh!!! que doidera!!! EU NEM MALUCA FAÇO UM IRONMAN, 180K DE BIKE, NEMMMMMM LOOOOOOOOOCAAAAAAAA!!!!!!
Eu falava isso, só que no meu passado conhecí o triatlo pelo programa de Pancho Ibañez “O ESPORTE E O HOMEN”, um programa de esporte muito conhecido na argentina nos anos 80, naquele tempo tambem quería estar alí na Ilha, Havaii, fazendo o mesmo que aqueles malucos.

Só que ele, o Ezek, fico apaixonado pela distancia, e eu sentí ciumes por isso. Ele se apaixonó pelo Ironman como tinha mostrado sua paixão por mim……

Pasaram os anos e a curiosidade entró em mim…. dera vontade de fazer um Ironman, essa misteriosa distancia que derretia até o mais forte e sarado dos atletas logo de passar a “Linha de Chegada”.

Em 2008 fiz o debut na distancia e tambem me hipnotizo, ano apòs ano tinha a necessidades de seguir fazendo-ó continuar abaixando os tempos… Agora eu entendía que acontecía nas pessoas que competíam no Ironman pela primera vez…..

Assim continuó nossa carreira Profissional como Atletas do Ironman, os dois embruxados pela mesma distancia. Aconteceram outros Ironman e outros desafíos, como poder clasificar para Havaii, Ezequiel consegue a classificação no ano 2009, em Floripa, depois de competir na Ilha de Kona volta ainda mais apaixonado.
Em 2010 com nosso grande desempenho no Brasil pegamos a vaga para Havaii e começamos a viagem com todas as ilusoes, cumprir esse grande desejo. O meu estar na Ilha no meu Primeiro Mundial e Ezek voltar e competir alí para melhorar seu rendimento…… so que tambem estar JUNTOS, como casal em Kona.

Os anos passaram e o cansaço foi invadindo só que o Amor pelo Esporte continuava…. Nossos sonhos mantinhám-se fortes e o desejo de ganhar um Ironman esteve sempre latente no coração do Ezequiel assim foi atrás da sua meta. Em setembro do 2011 consegue seu primer título na distancia Ironman, Wisconsin tinha sido a ante-sala. Claro!!! Ante-sala…. porque seu alvo, sua meta seu sonho sua “Missão”, onde encontró seu primeiro Amor (no esporte) foi no “IRONMAN DE FLORIANOPOLIS” Brasil.

Continuó trabalhando duro, forte e jovial…. com a mesma Paixão de quando tinha feito sua primeira corrida de rua no Atletismo… firme para sua meta….. assim…….

“O IRONMAN BRASIL ESTAVA AGUARDANDO ELE DE BRAÇOS ABERTOS”

SUA MISSÃO …….. tinha sido concretizada…………….

Todos temos uma Missão, só precisamos descobri-la ………..

5 comentários para “NOSSA MISSÃO NA TERRA”

  1. Fernanda disse:

    A historia de vcs eh mesmo linda! Tinha curiosidade em saber como vcs pararam em Niteroi! Hehehe! Muito bom qnd conseguimos conquistar nossas metas!!! Vcs sao um grande exemplo de casal, de vida, de amizade!

  2. alexandre bogus cruvinel pereira disse:

    parabéns bela história…….aqui também vamos tentando dar sentido á vida e percebemos que nossa missão é fazer o bem ao próximo e ensinar tudo o que aprendemos,,,,,,,,grande abraço

  3. Xampa disse:

    Lindo. Tem muito carinho pela humildade de vcs.
    Parabens ao casal e na escolha pela Estado do Rio.
    Tudo de bom para vcs

  4. Otavio disse:

    Sensacional… Parabéns!!!!!!!!!

  5. Carlos Zaccaro9 disse:

    Tributo ao campeão de Florianópolis. Com a velocidade de um furacão e garra de um tigre, transformou-se em um dos maiores talento do TRIATHETE Profissional ”Animal Tean” , que estas lagrimas se repitam ao longo de sua carreira. VALEU EZEKE , “Um atleta forjado nas competições”

Deixe um comentário